Mãe de Almiro Pereira segura a sua mão inconsolada; vítima foi baleada no rosto durante tentativa de assalto
Mãe de Almiro Pereira segura a sua mão inconsolada; vítima foi baleada no rosto durante tentativa de assalto

Um vigilante foi assassinado no final da manhã desta quarta-feira (26), durante uma tentativa de assalto ao Primeiro Centro de Saúde de Maceió, no bairro da Levada. A vítima foi identificada por Almiro Pereira dos Santos, 27 anos. Ele morreu no local do crime, devido à gravidade dos ferimentos.

Segundo a polícia, participaram da ação criminosa três assaltantes, que invadiram o local para tentar roubar. Informações ainda dão conta que os criminosos levaram a arma de Almiro Pereira e efetuaram dois disparos.

Versões

Testemunhas do crime contaram duas versões para o ocorrido. A primeira seria que o trio ao invadir exigiu as armas dos dois seguranças. Um deles passou o revólver e Almiro tentou pegar a arma para entregar, momento que os criminosos pensaram que ele iria reagir.

A segunda hipótese ainda contada por populares é que os assaltantes leram o nome do segurança que pertencia a Tigre, empresa terceirizada para prestar esse tipo de serviço e, ao constatar a pessoa, disparou.

Militares foram acionados para realizar rondas na região, mas não conseguiram prender ninguém. Equipes do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML), estiveram no local para realizar os primeiros levantamentos. O crime será investigado pela Delegacia de Homicídios.
Nota oficial

Após a ação criminosa que vitimou o segurança, a Prefeitura de Maceió enviou um comunicado a imprensa alagoana.

Confira à íntegra

A direção do I Centro de Saúde esclarece que, prezando pela segurança dos seus servidores e usuários, mantém dois vigilantes por cada turno, visando garantir a segurança patrimonial.

Nesta quinta-feira (26), três assaltantes abordaram os dois vigilantes plantonistas, que se encontravam no pátio da unidade, e tentaram rendê-los para subtrair as armas. Segundo testemunhas, o vigilante Almiro Pereira dos Santos teria entregado a arma, mas, mesmo assim, foi atingido por um disparo de arma de fogo e, infelizmente, faleceu.

Imediatamente, foram acionados fiscais da empresa de segurança Tigre, à qual o vigilante era vinculado. Eles estão prestando todo o apoio necessário que a família da vítima necessita, além de adotar todas as providências necessárias para liberar e sepultar o corpo.

 

HS 24 horas -De olho na notícia

Fonte: Aqui Acontece

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.