Crédito: Comunicação Social – SR/SE
Crédito: Comunicação Social – SR/SE

No último sábado, dia 20 de julho, a Polícia Federal prendeu em flagrante Cleberson Gleicson dos Santos, 24 anos, natural de Paulo Afonso/BA, transportando mais de 9 kg de crack ocultos na caçamba de um veículo Picape Strada, placas de Paulo Afonso/BA.

Durante a barreira policial ocorrida na BR101, Município de Japaratuba/SE, o preso tentou evadir-se do local, sendo interceptado pelos policiais, que após realizarem revista veicular, constataram a existência do entorpecente.

Durante o interrogatório, Cleberson relatou que viajava para esta capital, porém não revelou onde obteve o entorpecente, nem para quem revenderia a droga.

Já no dia 21 de julho, policiais federais prenderam em nova barreira policial, na altura da rodovia principal de acesso à cidade de Canindé de São Francisco/SE, Cláudio Rodrigues da Silva, 43 anos, natural de São Paulo, transportando mais de 15 kg de crack em um fundo falso existente no veículo que conduzia.

Cláudio, que possui antecedentes por roubo e receptação em sua cidade de origem, transitava com um veículo perua Zafira, placa policial de São Paulo, quando foi abordado por policiais federais, que ao perceberem o excesso de nervosismo do condutor, realizaram revista veicular, sendo encontrado o entorpecente ocultado em um fundo falso do veículo, o qual era acionado por um dispositivo elétrico.

Em seu interrogatório, Cláudio não revelou detalhes sobre a origem e destino da droga, bem como não soube explicar os motivos de sua viagem ao Estado de Sergipe.

A Polícia Federal instaurou inquéritos policiais com a finalidade apurar a existência de fornecedores e destinatários dos entorpecentes apreendidos.

Os presos foram indiciados pelo crime de tráfico interestadual de entorpecentes, nos termos dos artigos 33 e 40, V da Lei 11.343/2006, com penas previstas de até 25 anos de prisão, encontrando-se presos no COMPAJAF, à disposição dos Juízos das Comarcas de Japaratuba e Canindé de São Francisco em Sergipe.

Por HS 24  horas /Fonte: Comunicação Social – SR/SE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.