Prova que na Bahia infelizmente a ditadura prevalece ,diz o vereador Marco Prisco
Prova que na Bahia infelizmente a ditadura prevalece ,diz o vereador Marco Prisco

A celeuma em torno da suposta demissão do comandante do 15º Grupamento do Corpo de Bombeiros, o tenente-coronel Gilvan Martos Pernet, durante sessão itinerante da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), em Paulo Afonso, que teria sido atribuída ao governador Jaques Wagner ainda pega fogo. As informações foram publicadas pela coluna Raio Laser, do jornal Tribuna da Bahia, nesta quinta-feira (08) e repercutidas por este site. Ao Bocão News a assessoria do governador Jaques Wagner afirmou que o fato não é verdade, que isso não aconteceu e ressaltou que tal atitude não faz parte do histórico do governador.

A reportagem conversou com o vereador Marco Prisco (PSDB) que lamentou a suposta atitude do governador.  “Eu vejo de forma antidemocrática, um autoritarismo estatal. Prova que na Bahia infelizmente a ditadura prevalece. As pessoas hoje estão impedidas de fazer manifestação. Ele pediu algo que é o sonho dos bombeiros que possuem uma infraestrutura lamentável. Eu acho isso absurdo e totalmente arbitrário”, dispara.

O vereador não economizou nos disparos ao líder petista. “Ele foi convidado pela Alba para participar do evento. Extremamente truculento. É uma máfia que todo mundo já viu e a máscara dele esta caindo a cada dia. Está mostrando como ele é realmente”, lamentou. O presidente da Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia prometeu encaminhar um ofício para que o governador reveja a demissão.

Embora muito tenha se discutido na sessão sobre o assunto, não houve publicação alguma no Diário Oficial desta quinta, portanto o assunto poderia ser tratado como mero boato. No entanto, de acordo com o colunista Levi Vasconcelos o deputado Tadeu Fernandes (PSB), que é capitão da PM, botou lenha na fogueira discursando em solidariedade a Gilvan e começou a coletar assinaturas para apresentar uma proposta de emenda constitucional (PEC) tornando o Corpo de Bombeiros independente da PM. Precisa de 21 assinaturas, e já tem 18.

 

Tenente-coronel não foi expulso da PMBA

 A assessoria de comunicação da Polícia Militar da Bahia enviou nota oficial à reportagem do Bocão News esclarecendo que não houve mudança no comando do 15º Grupamento de Bombeiros Militares em Paulo Afonso, conforme publicado e replicado por diversos jornais e sites nesta quinta-feira (18).

No início da tarde de hoje, a assessoria do governador Jaques Wagner, a quem foi atribuído a ordem de demitir o tenente-coronel Gilvan Martos Pernet, havia negado a informação. Contudo, de acordo com o colunista Levi Vasconcelos o deputado Tadeu Fernandes (PSB), que é capitão da PM, botou lenha na fogueira discursando em solidariedade a Gilvan e começou a coletar assinaturas para apresentar uma proposta de emenda constitucional (PEC) tornando o Corpo de Bombeiros independente da PM. Precisa de 21 assinaturas, e já tem 18.

O comunicado oficial da PMBA garante a “manutenção do mesmo no cargo se deu em virtude de que, após os esclarecimentos prestados pelo oficial, ficou comprovada a ausência de transgressão disciplinar”.

 

HS 24 horas -De olho na notícia / Fonte Bocão News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.