Nesta quarta-feira (22), por volta de 15 horas e 30 minutos, uma tragédia aconteceu no Povoado Umburana D´Água, zona rural do município de Pão de Açúcar. O menor A.F.G.L, de apenas 7 anos de idade, matou a própria irmã Alessandra Gregório Lima de Jesus, de 8 anos de idade. A vítima estudava na Unidade Municipal de Ensino Capitão Manoel Rêgo, no Povoado Impoeira de Baixo, zona rural de Pão de Açúcar, mas morava com os pais Adriano Lima de Jesus e Adelma Gregório Lima de Jesus, no Povoado Umburana D´Água.

Arma pertence ao pai dos menores e estava guardada indevidamente

Segundo informações, o menor pegou a arma do pai, um revólver, calibre 38, e deflagrou um tiro a queima roupa na irmã, vindo esta a ter morte instantânea. A tragédia deixou chocado os moradores do Povoado Umburana D´Água e das demais comunidades vizinhas. A vítima era uma criança muito alegre, carinhosa e muito amada na escola onde estudava.

A repercussão do caso foi imediata no município de Pão de Açúcar.  A professora Sivaneide Nogueira, que é também amiga da família da vítima, chegou a postar no facebook uma foto da menor e uma mensagem emocionante em homenagem a aluna.

“LUTO. E quem imaginaria que tamanha tragédia aconteceria bem pertinho de nós!  Praticamente ontem você estava tão feliz sendo a noivinha mais linda do mundo, cheia de simpatia, com um sorrisão enorme nos lábios, mostrando as amiguinhas o vestido que ficou perfeito em vc!  Ah… Alessandra, agora, você não tem somente a carinha de um anjo encantado. Agora você é verdadeiramente um anjo encantador. O NOSSO ANJINHO ENCANTADOR! Muito obrigada, por ter enchido a terra durante esses seus 7 aninhos com muita doçura, alegria e amor. Foi muito bom ter cuidado de você no casamento, de ter lhe apertado em meu colo pra ver se passava a dor de barriga. Foi muito bom ter lhe conhecido, só sinto por ter sido em tão pouco tempo!  Vai com os anjos do Senhor, meu amor! … Vai com Deus! E interceda por todos nós.  Saudades Eternas!”

Não é a primeira vez que tragédias como esta acontecem dentro do lar, em razão do uso indevido de arma de fogo por membros da família, deixando chocadas a população e as famílias das vítimas. O caso agora será apurado pela polícia e contará com o apoio do Ministério Público, já que este caso envolve menores. A criança autora do disparo deve ser encaminhada para tratamento psicológico. O sepultamento será na vizinha cidade de Palestina e o horário ainda não foi divulgado pela família.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.