Moradores do tranqüilo Sítio Lagoa da Bezerra no município de Cacimbinhas, no Sertão de Alagoas, estão chocados com um fato lamentável registrado no início da tarde deste sábado(01). Era por das 12h30min, quando uma briga entre família terminou em um duplo homicídio, naquela comunidade.

Suspeito teria tentado apartar briga

Segundo informações da Polícia Militar, o aposentado José Manoel Agostinho da Silva 61 anos, e seu filho, Gilmar Ferreira da Silva de 26, conhecido por “Branco”, foram assassinados a golpes de facão, efetuados por um homem identificado como Edvaldo Manoel da Silva, o “Edinho”, irmão de Manoel e tio Gilmar.

Testemunhas disseram para a polícia que tudo começou após uma discussão entre Manoel e Gilmar (pai e filho), que em seguida entraram em uma luta corporal. Nesse momento Edinho teria tentado apartar a briga quando foi atingindo por uma pancada de cabo machado na cabeça, foi quando ele pegou um facão e desferiu vários golpes nas vítimas que morreram no local.

De acordo com populares, Edvaldo Manoel da Silva fugiu do local logo após prática do crime. O duplo homicídio deixou perplexos os moradores da comunidade que conheciam os três envolvidos no caso. Amigos dos três disseram apenas que tudo aconteceu muito rápido e não tiveram tempo para intervir e evitar a cena.

Policiais do Grupamento de Polícia Militar (GPM), de Cacimbinhas e agentes da 5ª Delegacia Regional de Palmeira dos Índios fizeram o isolamento no local do crime. Em seguida o Instituto de Criminalística (IC), foi acionado para os procedimentos cabíveis.

Os corpos de José Manoel Agostinho da Silva, e de seu filho Gilmar Ferreira da Silva, foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), na cidade de Arapiraca, para os procedimentos de necropsias.

 

HS 24 Horas / Fonte: Todo Segundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.