n1Um assalto ocorrido no fim da manhã desta quinta-feira (09), na agência dos Correios de Taquarana espalhou o pânico pela cidade. Três homens armados invadiram o estabelecimento e fizeram clientes e funcionários reféns.

Os bandidos roubaram pertences das vítimas e um malote da agência com dinheiro que seria utilizado para pagamentos. Durante a fuga, uma guarnição do Grupamento da Polícia Militar da cidade iniciou uma perseguição aos criminosos..

A reportagem do Portal 7Segundos esteve no local, onde apurou que durante a perseguição entre a polícia e o grupo de criminosos que se encontravam em um veículo Gol de cor preta, cuja placa não foi anotada, tiros foram disparados em direção ao carro dos bandidos na região do Povoado Pai João, e o garoto Rafael da Silva, de 13 anos, acabou sendo atingido por uma bala perdida na região da cabeça, falecendo antes de receber qualquer tipo de socorro.

O avô do garoto, identificado por Silvestre Morais da Silva, de 55 anos, presenciou toda a cena de terror. “Meu neto estava andando para ir em casa tomar banho e ir para escola, foi quando eu vi meu neto sendo atingido pelo disparo da polícia”, disse o avô, revoltado, alegando que os policiais estavam atirando contra o carro dos bandidos quando o neto foi atingido.

Um policial acabou ferido durante a perseguição, mas segundo informações da polícia passa bem e os ferimentos foram leves. Uma guarnição de Limoeiro de Anadia conseguiu prender dois suspeitos no Trevo do Cuscuz, em Tanque D’Arca. Os dois criminosos foram encaminhados para o 10º Batalhão da Polícia Militar, em Palmeira dos Índios.

Um terceiro homem conseguiu fugir. Guarnições de Palmeira dos Índios, Arapiraca e Taquarana continuam realizando rondas para capturar o suspeito.

Interdição da rodovia

Moradores revoltados com a morte do garoto Rafael, interditaram a rodovia AL-110, no trecho do Povoado Pai João, impedindo a passagens dos veículos pela rodovia colocando troncos de árvores na pista. 

Quando os policiais estavam voltando do Trevo do Cuscuz, com os dois suspeitos, se depararam com a barricada montada pelos moradores. Familiares da vítima tentaram tirar satisfações com os agentes, houve discussão entre as partes, mas os moradores acabaram deixando as guarnições seguirem.

O prefeito da cidade, Sebastião Anacleto, esteve no local prestando apoio à família e disse que vai solicitar uma reunião com o comando da 3º Batalhão da Polícia Militar para reforçar a segurança na cidade.

Fotos:

Fonte: 7Segundos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.