Suspeito de matar a filha tem piora no quadro de saúde e está entubado

0
18
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na tarde desta segunda-feira (2), a assessoria do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) informou que o homem suspeito de matar a filha, uma criança de um ano e quatro meses, e ingerir vários comprimidos, foi transferido para a Ala Vermelha do hospital no início da tarde, após uma piora no seu quadro de saúde.

Segundo a assessoria, ele estava internado na Ala Azul com o quadro estável. Mas em virtude do rebaixamento do nível de consciência, ele precisou ser transferido para a Ala Vermelha, onde permanece entubado.

De acordo com a delegada Theresa Simony Nunes Silva, responsável pela investigação do caso, a mãe da menina informou que estava vivendo momentos de conflito no processo de separação do ex-companheiro, mas que mesmo assim ele pegou a criança no dia de visita dele.

“O pai ameaçou a matar a criança e não apareceu para devolver o bebê na hora marcada. Preocupada a mãe foi até a casa dele, chamou e ele não atendeu. Os vizinhos e familiares ajudaram a arrombar a porta da casa e quando ela entrou viu a criança morta e o pai desacordado”, explica a delegada de Polícia Civil. Com a prisão em flagrante o inquérito tem o prazo de dez dias para ser concluído.

Entenda o caso
Uma menina de um ano e quatro meses foi encontrada morta na noite de domingo (1º) no Conjunto João Alves Filho, no município deNossa Senhora do Socorro, localizado na região metropolitana de Aracaju. No Instituto Médico Legal (IML) a causa ainda conta como indeterminada, mas foram coletados materiais para envio para laboratório para serem feitos exames complementares.

Segundo informações registradas no Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), a suspeita é que o pai da menina possa ter a envenenado e depois tenha ingerido uma substância tóxica, pois ele foi encontrado próximo à criança e passando mal.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando chegou ao local identificou a morte do bebê. O pai foi encaminhado para o Hospital Regional José Franco Sobrinho, na cidade da ocorrência, e na madrugada desta segunda-feira (2) deu entrada no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).

A mãe da criança, que já não convivia com o pai, foi quem encontrou os dois dentro da casa dele. A Polícia Criminalística e o IML foram acionados para atender a ocorrência e o caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo a assessoria de imprensa do Huse, o pai da criança deu entrada no hospital na madrugada desta segunda-feira (2) transferido do hospital Zé Franco, em Nossa Senhora Socorro com um quadro de intoxicação por ingestão de vários comprimidos.

Portal  HS24horas.com.br – De olho na notícia

Com informações do G1 / SE

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here