noticia_26429O torcedor do Sergipe, Felipe Conceição da Silva, 25 anos, apontado como autor do disparo que deixou ferido Diego Henrique de Souza Silva, 19 anos, no último domingo (01), em Arapiraca, negou, em entrevista ao programa Canal 96, na tarde desta segunda-feira (02), que estivesse com o revólver e que tivesse atirado.

O suspeito disse que durante o confronto na tarde de ontem, entre torcedores de organizadas do ASA e do Sergipe, estava do lado de fora da van que carregava torcedores do Sergipe e disse, ainda, que o tiro foi disparado de dentro do veículo.

“Pulei da van e vim correndo pela lateral do estádio, então teve um tiro de dentro da van e pegou no torcedor do ASA”, contou ele ao dizer, em seguida, que estava na frente do Coaracy da Mata Fonseca, durante a confusão, para vender ingressos. “Não me pegaram com revólver, mas vieram os torcedores do ASA me acusar, dizer que eu tinha atirado”, acrescentou.

Felipe Conceição mostrou estar confiante na sua inocência. “Eu não fiz nada, mas se eu atirei, vai ter pólvora na minha mão para me incriminar; ou não para me inocentar”, afirmou ele, reclamado das condições da cela da Central de Polícia de Arapiraca, localizada no bairro Baixão, onde está detido. Em seguida, revelou que pretende processar as pessoas que o acusaram: “Vou fazer o que for preciso para provar minha inocência e processar quem me acusou. Pegaram o revólver dentro da van e eu estava fora do estádio”, complementou.

A equipe do Sergipe veio para Arapiraca enfrentar o Tiradentes-CE, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, pela Série D, do Campeonato Brasileiro.

HS 24 horas -De olho na notícia /Fonte : 7 Segundos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.