Acusado por envolvimento com o tráfico de drogas, Wellington Veira Almeida do Nascimento morreu na manhã dessa terça-feira, 23, em confronto com policiais civis em Canindé do São Francisco. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), a equipe da Polícia Civil em Canindé do São Francisco estava realizando diligências para impedir o tráfico de drogas na região, quando houve reação do acusado, seguida de um confronto.

A troca de tiros aconteceu em uma blitz, conforme a SSP. O acusado era suspeito de transportar drogas para o município de Poço Redondo. No momento da abordagem, de acordo com a assessoria de imprensa, o suspeito teria reagido disparando tiros contra os policiais, que revidaram. E, no confronto, o acusado acabou atingido. Na ação, a equipe da SSP apreendeu uma arma, que teria sido utilizado pelo suspeito.

(Foto: Ascom SSP)

Wellington, segundo a SSP, era conhecido como Galeguinho de Marcelo Cão, Neném e Alemão. Ele vinha sendo investigado pelo tráfico de drogas e já foi preso, acusado por tentativa de feminicídio.

De acordo com a SSP, ele mantinha um relacionamento amoroso com uma adolescente de 16 anos. Essa relação teria começado quando ela ainda era criança, com 11 anos de idade. No mês de março deste ano, Wellington se uniu a dois adolescentes e teriam tentado matar a companheira em via pública, utilizando caibros para atingi-la. O motivo seria ciúmes. Ele teria visto a companheira conversando com um outro garoto no bairro Olaria, em Aracaju. E, então, atentou contra a vida da garota.

A Polícia Civil solicita a colaboração da comunidade, que pode transmitir informações sobre atitudes suspeitas, ligando para o Disque Denúncia da SSP através do número 181. A identificação do colaborador e todas as informações transmitidas serão mantidas em absoluto sigilo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.