Polícia conseguiu também imagens do momento em que o grupo coloca mercadorias, supostamente extorquidas da vítima, dentro do veículo.
Polícia conseguiu também imagens do momento em que o grupo coloca mercadorias, supostamente extorquidas da vítima, dentro do veículo.

Um grupo criminoso acusado de corrupção, formação de quadrilha e extorsão formado por três policiais, um civil e dois militares, e um comerciante foi desarticulada na noite desta sexta-feira, 09, em Maceió e no município de Arapiraca, localizado na região do Agreste alagoano.

O cabo Cícero José da Silva, conhecido como Cabo “Da Silva”, lotado no Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE), o 2º sargento José Benedito da Silva, o“B Silva”, do Batalhão de Policiamento de Guardas (BPGD), o policial civil Wenderson Luiz Santos da Silva, da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN), foram presos em Maceió.

Já o comerciante Adailton da Silva Oliveira, conhecido como “Coca”, foi detido em Arapiraca. Eles tiveram as prisões preventivas decretadas pela 17º Vara Criminal, após representação conjunta feita pela Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), pela Diretoria Polícia Judiciária Metropolitana (DPJM) e Diretoria de Polícia Judiciária da Área 2 (DPJA-2).

A quadrilha foi desmantelada a partir de uma denúncia feita, na terça-feira (6), por um comerciante da cidade de Teotônio Vilela, que seria vítima da extorsão. Ele relatou à Polícia Civil que teria sido procurado por homens que se identificavam como policiais da Deic e que lhe exigiram o pagamento de R$ 30 mil, em duas parcelas de R$ 15 mil.

De posse dessas informações, a própria Deic através de seus verdadeiros policiais, iniciou investigações e conseguiu identificar o carro usado pela quadrilha, que teve as placas anotadas pelo comerciante. Trata-se de um Fiat Palio, cor prata, placas OHB-9072, usado como viatura pela Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN).

O trabalho investigativo conseguiu também imagens do momento em que o grupo coloca mercadorias, supostamente extorquidas da vítima, dentro do veículo utilizado pela DRN. Os dois PM’s serão encaminhados para o DUP ( unidade prisional onde ficam recolhidos os militares), o policial civil vai ficar na Casa de Custódia dos integrantes da PC, e o comerciante na Custódia do Jacintinho.
Da Redação com Assessoria

Fotos:

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.