Um dos foragidos do Complexo Penitenciário Advogado Antônio Jacinto Filho (Compajaf), Aderaldo da Conceição Lima morreu ao tentar assaltar um policial no final da tarde desta quinta-feira, 18, em Estância. Aderaldo e mais quatro fugiram da unidade prisional no último dia 21 de maio.

Segundo relato do policial, que estava de folga, ele transitava com sua motocicleta no bairro Cidade Nova, em Estância, quando percebeu dois homens se aproximando e se preparando para anunciar o assalto. O militar foi mais ágil, sacou a arma e atirou contra os assaltantes.

Um deles foi atingido gravemente, ainda assim, correu para uma padaria e tomou o dono do estabelecimento como refém. O policial realizou a perseguição e manteve a negociação com o assaltante. Pouco depois, o foragido do Compajaf largou a vítima, pulou o muro da padaria e foi contido mais adiante por populares.

Equipes policiais foram chamadas, o assaltante ferido foi encaminhado para o Hospital Regional de Estância, mas não resistiu as ferimentos e morreu. O policial militar seguiu para a Delegacia Regional de Estância, onde relatou toda a ocorrência. O segundo assaltante conseguiu fugir e o caso será acompanhado pela Polícia Civil para identificar o segundo envolvido.

Demais foragidos

Equipes policiais da PM, PC e Sejuc continuam atuando para tentar localizar os outros foragidos do Compajaf. De acordo com a direção da unidade, além de Aderaldo da Conceição Lima, 32, os internos foram identificados como Erisvaldo Cardoso Crispim, 26; Carlos Alberto Cassiano de Freitas, 35; Felizardo dos Santos Saraiva, 45; e Adriano de Jesus Santos, 38. Eles apresentavam sintomas da Covid-19 e estavam em isolamento quando fugiram.

Foragidos com Compajaf (SE) — Foto: Sejuc/Reprodução

Informações e denúncias que possam levar a recaptura dos foragidos devem ser repassadas pelo Disque-Denúncia (181), da Polícia Civil, ou pelo Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), da Polícia Militar, no telefone 190.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.