Policiais da 2ª Companhia do 11º Batalhão de Polícia Militar (BPM) prenderam nesta sexta-feira, 14, em Coruripe, um jovem natural de Pernambuco acusado de no mínimo 16 homicídios, entre outros crimes. Joel Antônio do Nascimento, 27 anos, é conhecido como “Irmão Joel, o terror do Coque”, fazendo alusão ao local onde o individuo residia em Recife.

De acordo com as informações policiais, o criminoso vinha sendo investigado pelo serviço de inteligência da 2ª Cia desde a sua chegada em Coruripe. Assim que chegou a cidade litorânea o jovem chamou a atenção da polícia e da comunidade pelo fato de comprar roupas nas lojas locais, pagar a vista e sair dos estabelecimentos comerciais já usando a nova vestimenta.

Além disso, o meliante fez reserva em duas pousadas, sendo uma no Pontal de Coruripe e outra no Centro da cidade. O comportamento adotado pelo jovem na cidade foi suficiente para que a 2ª Cia desse início a uma investigação mais detalhada, o que resultou na identificação do individuo que é considerado de alta periculosidade.

Com Joel Antônio a polícia encontrou duas armas de fogo de calibre 38 e R$ 336 em espécie. O dinheiro, ainda segundo a polícia, é proveniente do assalto registrado recentemente na Casa Lotérica do Conjunto Santa Lúcia, em Maceió. A ação que resultou na prisão do criminoso foi comandada pelo Capitão Givago e pelo Tenedo Adaildo.

Jovem é acusado também de ter comandado o assalto a uma Casa Lotérica de Maceió
Jovem é acusado também de ter comandado o assalto a uma Casa Lotérica de Maceió

Joel Antônio era evangélico e ganhou o apelido de “Irmão da 12” porque no começo de sua atuação na criminalidade costumava carregar uma Bíblia embaixo do braço e uma espingarda calibre 12 na mão. Além de ficar à mercê dos desígnios de Joel, muitos comerciantes do bairro São José, em Recife-PE, eram obrigados a pagar pedágio quinzenal para o Irmão, em troca de proteção. Depois de fugir de Pernambuco o acusado passou a viver em Alagoas onde pode ter cometido dezenas de outros crimes. Um detalhe que merece destaque é que o criminoso sempre usava um terno preto para praticar seus delitos.

O preso foi encaminhado à Delegacia Regional de Penedo para os devidos procedimentos legais.

 Da redação HS 24 horas

Fotos:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.