Uma mulher foi morta e esquartejada pelo marido na noite de Natal após uma discussão entre o casal. O corpo da vítima foi carregado pelo agressor em uma mala de viagem e jogado em um córrego. O crime aconteceu na cidade de São Paulo, mas o suspeito, o pedreiro Assuero dos Santos Severo, foi preso nesta sexta-feira (31), na cidade de Vitória da Conquista, na região do Sudoeste baiano.

A última vez que a diarista Cláudia Almeida dos Santos, de 38 anos, foi vista pelos familiares foi na véspera do Natal quando ela disse para uma prima que faria uma ceia e que passaria a festividade ao lado do marido.

Segundo a familiar, Cláudia tinha um amante na Bahia, mas estava disposta a abrir mão do romance pelo bem da família. A vítima e o agressor tinham duas filhas.

“Ela falava para mim que não estava mais aguentando, que era muita pressão do marido e que não sabia o que iria fazer. Estava muito apaixonada, mas não largava do marido por causa das filhas. Ela me disse [no dia 24 de dezembro] que sairia do trabalho e que faria a ceia para ficar ao lado do marido e das filhas”, contou Alexandra Silva em entrevista à TV Record SP.

Noite do crime

Na noite véspera do Natal, momento que seria de reconciliação entre Cláudia e Assuero, segundo familiares dela, uma ligação foi responsável por fazer o agressor sair do sério. Do outro lado da linha estava o amante da Bahia. Vizinhos relataram que ouviram gritos vindo da casa da família naquela noite. Desde então, a diarista estava desaparecida.

A família de Cláudia pressionou o pedreiro depois de sentir falta da mulher. A eles, o homem disse que havia feito um boletim de ocorrência relatando o desaparecimento da mulher, mas, dias depois, na companhia das filhas, ele fugiu para a cidade de Tremedal, também no Sudoeste da Bahia. O boletim nunca foi registrado, como ele havia assegurado.

Ocultação

Durante as investigações, a Polícia Civil de São Paulo teve acesso a imagens de câmeras de segurança instaladas na rua onde morava a família. Nos vídeos, é possível ver que Assuero sai de casa carregando uma mala. Dentro do objeto, estava parte do corpo da mulher.

homem sai com corpo de mulher
Pedreiro se desfez de corpo da mulher com ajuda de uma mala (Foto: Reprodução/TV Record SP)

Assuero se apresentou espontaneamente, na companhia de um advogado, em uma delegacia em Vitória da Conquista. Ele foi foi capturado pela 80ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) e levado até o Distrito Integrado de Segurança Pública do município.

“Eu fiquei bem surpreso com a frieza dele, em quase 20 anos de profissão, não me lembro de uma pessoa tão fria”, relatou o delegado Luiz Gustavo Tortorelli Dutra, em entrevista ao SBT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.