Criminalística comparou material com DNA do filho da ex-modelo. Ossos estavam enterrados em uma zona rural próxima a MG-423.
Criminalística comparou material com DNA do filho da ex-modelo.
Ossos estavam enterrados em uma zona rural próxima a MG-423.

Uma ossada encontrada no dia 30 de janeiro em Nova Serrana, Centro-Oeste do Estado, não é de Eliza Samúdio. O resultado foi divulgado pelo Instituto de Criminalística da Polícia Civil nesta quinta-feira (11).

A suspeita surgiu depois que o Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte divulgou um laudo com características da ex-amante do goleiro Bruno. Segundo o delegado Rodrigo Noronha, responsável pelo caso, havia informações parecidas com as da ossada, tais como altura, sexo e aprofundamento no crânio. Porém, a perícia confrontou os restos mortais encontrados com as amostras genéticas da modelo e do filho dela e deram incompatíveis.

A ossada estava enterrada em um buraco com aproximadamente seis metros profundidade e, com a chuva na região, acabou ficando parcialmente submersa. Os vizinhos próximos ao local avistaram e ligaram para a polícia. A região fica dentro de uma propriedade particular à beira de uma estrada vicinal, que fica a 800 metros da MG-423.

Junto com a ossada havia vestes femininas, uma sandália rasteirinha tamanho 37 e um cinto.
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Noronha, o que chamou a atenção foi que havia um aprofundamento no crânio do mesmo lado onde Jorge (primo do goleiro Bruno) relatou ter visto Eliza ser agredida dentro do carro.

Fonte : G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.