Um organizador de vaquejadas na região do Sertão de Sergipe foi executado a tiros na manhã deste sábado, 6, em uma estrada no povoado Retiro no município de Monte Alegre. O crime chocou a comunidade e um evento que estava previsto para ocorrer na noite deste sábado, 6, no povoado Maravilha no município, foi cancelado. Segundo informações do sargento Calby, que compõe a equipe da 3a Companhia do 4o Batalhão da Polícia Militar de Sergipe.

De acordo com o sargento, os criminosos teriam realizado uma espécie de emboscada e quando a vítima passava de moto, conduzido a esposa e filha no espaço do carona, cerca de quatro homens armados surgiram no meio do caminho e obrigaram a vítima a parar a motocicleta que conduzia.

Foto: WhatsApp

A vítima foi identificada como José Bigi Nunes da Mota. Ele era conhecido como Vaqueiro Bigi e ganhou fama organizando as festas, que se tornaram populares no interior do Estado. Conforme o sargento, Bigi conduzia uma motocicleta, também ocupada pela esposa e a filha, e, ao lado, seguia de forma emparelhada um sobrinho da esposa da vítima, conduzindo um outro veículo do mesmo porte. “Eles seguiam conversando na estrada”, diz o sargento.

Os executores do crime surgiram do matagal, todos vestidos de preto encapuzados e com arma em punho, segundo os primeiros levantamentos realizados pela equipe da PM. Os criminosos determinaram que a esposa e a filha da vítima descessem da motocicleta e retornassem a pé e também deram ordéns para que o sobrinho dela abandonasse a moto que conduzia e também retornasse, ficando apenas Bigi. “Quando ele [Bigi] desceu da moto, eles [os criminosos] dispararam as armas”, conta o sargento.

Após o crime, os atiradores fugiram utilizando um veículo de cor preta. O carro estava escondido em uma moita próximo à estrada. Conforme o sargento Calby, Bigi e a família reside no povoado Retiro, de onde saíram e teriam como destino a feira live que ocorre aos sábados na sede do município de Monte Alegre. A equipe da PM se mobilizou e continua realizando diligências na região, mas não identificou suspeitos. As investigações serão conduzidas pela Polícia Civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.