Na última sexta-feira (24) a polícia esclareceu um crime que chocou os moradores de Apucarana (PR). Uma mulher foi presa suspeita de ter ajudado o genro a matar a filha, de 22 anos, para ficar com o suspeito, com quem tinha um caso há quatro anos. Jéssica Carline Ananias da Costa foi morta com 25 facadas.

Jéssica foi morta pelo marido que queria ficar com a sogra

A mãe da vítima foi presa e indiciada como cúmplice e coautora do crime. O marido de Jéssica, um advogado de 26 anos, foi preso e confessou ter desferido as facadas. Eles têm uma filha de quatro anos.

O homem tinha a intenção de simular um latrocínio, roubo seguido de morte. A sogra ficou com a filha do casal e dois homens foram chamados para levar o carro do casal como em um assalto. Os dois envolvidos foram presos, mas a polícia suspeitou da participação de outras pessoas e chegou até o marido e a mulher.
A mãe chegou a participar do enterro da filha. Segundo o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, Ítalo Sega, os suspeitos tentaram simular um assalto, mas ficou evidente a participação da mãe e do marido no crime. Em depoimento, ela nega ter ajudado na morte, mas confessa o relacionamento amoroso com o genro.

 

Por Redação HS 24 horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.