noticia_27831Imagine ficar quase um mês sem água. O que parece, no mínimo, complicado, foi sentido na pele por moradores do condomínio residencial Aroeiras, no bairro Bom Sucesso, em Arapiraca, que por um problema na caixa d’água, passaram por maus bocados, ficando 29 dias sem abastecimento.

“O jeito era ir pra casa de parentes”, afirmou Gilmar Teixeira, de 30 anos, quando perguntado como a família fazia para realizar uma atividade simples – tomar banho. Morando no condomínio desde abril deste ano, ele contou que essa é a segunda vez que passa por isso. “No começo foi complicado, mas não como dessa vez. Foram dias muito ruins”, lamentou o encarregado de transporte.

Teixeira disse, ainda, que os moradores cobravam da construtora, a Engenharq, e da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). “A Engenharq dizia que era a Casal e vice-versa. Com isso, a gente ficava sem saber a quem recorrer. Não via um carro-pipa entrando aqui”, reclamou ele, ao falar, em seguida, que nos bairros próximos o abastecimento estava normal.

Josefa dos Santos, 30 anos, disse que a água está chegando, “mas não o suficiente”. “Colocaram um ‘cala-boca’; outra caixa para a gente, mas só há três dias”, afirmou a agricultora que mora no local há cinco meses.

Funcionários da construtora informaram que o problema foi sanado desde a última quarta-feira (16), porém os moradores estavam revoltados com a situação. A Engenharq informou que foi à Casal, solicitou a visita de um técnico, até que fosse descoberto o porquê da falta de água.

A construtora alegou que a responsabilidade é da Casal. Segundo a empresa, o abastecimento estava deficiente porque a água chegava, porém não tinha força suficiente para chegar às casas; com isso, a rede de fornecimento foi ligada diretamente às moradias. O condomínio tem 400 casas, mas nem todas estão ocupadas.

Fonte: 7Segundos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.