Um crime de homicídio foi evitado,depois de uma abordagem feita por uma guarnição da Rocam do BPM de Arapiraca,na tarde desta segunda-feira,20,na rua Dom Pedro II,no bairro Ouro Preto,em Arapiraca,por volta das 13:00h,depois que a polícia fez uma abordagem no local e hora citada,quando o menor C.J.S.B.J,17 anos,que mora no bairro Ouro Preto,e que estava em companhia do menor A.S.S,16 anos,em uma moto Honda CG 150 Titan KS, placa MVF-6533,de cor vermelha,foi abordado e revistado.

Arma que estava de posse do bandido
Arma que estava de posse do bandido

Segundo a PM,a guarnição estava em rondas,quando ao passar pela rua citada,acabou notando os menores,que estavam na moto citada,em atitude suspeita.Os indivíduos,ao avistar a guarnição,tentaram empreender fuga,sendo iniciada uma breve perseguição.Instantes depois,os acusados foram alcançados e abordados.

A PM fez a revista,e acabou notando que o menor C.J.S.B.J,estava portando revólver Taurus Special,calibre 38,cabo de madeira,numeração raspada;com seis  munições intactas.Os indivíduos foram conduzidos para a Central de Polícia,onde chegando lá,o acusado confessou ter pego a moto emprestada,com a intenção de matar uma pessoa.Ele afirmou que nem o outro indivíduo que estava com ele na moto e nem o que emprestou o veículo,sabiam se sua intenção.

A policia ainda não tem informações de quem seria o alvo do acusado,que segundo informações,já tem uma vida problemática,sendo acusado de delitos na região.Ainda na Central de Policia,foi notado o empenho de familiares do menor,que segundo informações da polícia,antes mesmo de o procedimento ser concluído,já procuravam providenciar advogados para tentar conseguir a liberação principalmente do menor,que estava armado e pronto para matar uma pessoa.

Na manhã desta terça-feira,21,tivemos a informação de que o menor que afirmou que estava indo matar uma pessoa,já havia sido liberado.Segundo a polícia,foi feito um procedimento por porte ilegal de arma de fogo,(que cabe fiança).Além disso,o fato de o menor ter planejado matar uma pessoa,não foi caracterizado como crime,devido o fato de ele ter pensado em fazê-lo,mas que como assumiu a intenção sozinho e não chegou a consumar,acabou sendo liberado.Ou seja,para a justiça,pensar em matar alguém,não é crime.

Segundo informações,o menor poderia ter ficado apreendido se tivesse ocorrido uma ameaça feita diretamente a vítima.Outra possibilidade de ele permanecer apreendido,seria se tivesse havido a participação de no mínimo três pessoas no plano de matar a pessoa.Mesmo assim,o procedimento seria feito como formação de quadrilha.

 

Fonte: www.96fmarapiraca.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.