0013O ‘cabeça’ do bando que explodiu caixas eletrônicos das agências bancárias das cidades de Santa Brígida (BA), São José da Tapera (AL) e a de Piranhas (AL) que ocorreu na madrugada desta quinta-feira(10), Gean Lopes da Silva, 34 anos, conhecido por ‘Nego’ do Projeto Califórnia, da cidade de Canindé de São Francisco (SE), foi morto em uma troca de tiros com a polícia alagoana na noite desta quinta-feira( 10/10), por volta das 21h40min,  na Rua Água Branca, Vila Alagoas, no Bairro Xingó, em Piranhas (AL).

A operação liderada pelo promotor do GECOC Dr. Luiz Tenório, contou com a participação do DEIC, PELOPES, além de PMS de Santana do Ipanema e da 2º Cia da PM e policia civil de Piranhas, que vinham investigando há dias os passos da ‘quadrilha’ e, ao chegarem ao esconderijo do assaltante ‘Nego’- na rua Água Branca, foram surpreendidos com tiros ao anunciarem a voz de prisão.

Em uma residência alugada há 15 dias pelos assaltantes, foi presa Ângela Maria Estevão Bezerra, 25anos, amante do assaltante e esposa de um empresário do ramo de revenda de veículos de Canindé de São Francisco, foi apreendida uma Bizz de placa JSM 0112 Canindé, e uma D-20 de cor azul, placa HWM 8470 Tacaratu (PE).

Antes da abordagem na casa, policiais trocaram tiros com outro integrante da quadrilha e conseguiram prender o acusado identificado como Nego de Mané Redondo, morador do Povoado Xingozinho, município de Paulo Afonso (BA), que bebia no Bar da Neide, na avenida Delmiro Gouveia, Bairro Nossa Senhora da Saúde, de Piranhas.

Ângela e Nego de Mané Redondo foram levados para a Delegacia Distrital de Piranhas onde foram ouvidos pela polícia e pelo promotor Dr. Luiz Tenório. De acordo com informações do representante do MP e de policiais do DEIC, a operação continua no intuito de prender outros integrantes do bando nas próximas horas.

Em regime semi aberto, o Gean Lopes – Nego da Califórnia – era acusado de vários crimes, dentre alguns destacados, o de ter promovido um arrastão a um supermercado no Bairro Agrovila em Canindé, de ter furtado uma bomba de elevado valor do projeto Califórnia, de ter executado um homem que teria emprestado dinheiro a ele para pagar um advogado, de ter jurado de morte um policial civil e outro militar do Estado de Sergipe, dentre outros.

De acordo com informações, o ‘Nego’ dizia que jamais se entregaria e que a policia seria tratada na bala. No momento do confronto, ele estava de posse de um revólver calibre 38. O corpo do ‘Nego’ foi levado para o Hospital de Xingó, a espera do IML de Arapiraca.

HS 24 horas – De olho na notícia

Fotos:

Fonte: Redação/R2 com apoio do GECOC, Policias Civil e Militar

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.