O blogueiro Ricardo Banana da cidade vizinha de Petrolina foi agredido na noite desta quarta-feira (22), pelo secretário de infraestrutura de Lagoa Grande. O motivo que levou a tal agressão foi pelo fato das matérias publicadas nos blogs da Região onde tratava da transcrição do seu discurso na câmara onde o mesmo usou a seguinte expressão “Eu tenho medo da imprensa, eu tenho nojo de imprensa” como o blogueiro que estava de passagem na cidade advindo das cidades de Santa Filomena e Santa Cruz parou para fazer uma refeição quando foi a bordado pelo secretario que apresentou a ata da sessão e pediu que o mesmo ratificasse a matéria colocando a sequência do discurso “Eu tenho medo da imprensa, eu tenho nojo de imprensa porque o cara diz uma coisa e ela coloca outra”. Apesar do complemento da matéria o que não muda em nada a essência do que edito não precisava chegar a esse nível de discussão bastava uma NOTA DE ESCLARECIMENTO que as coisas poderiam ser sanadas. Passado tanto dias somente hoje sou questionado como pessoa e não como blogueiro porque não estava nesta cidade como tal.

Foto da agressão

As lesões que o blogueiro apresentava não o põem em risco  de vida, mais caracteriza uma lesão corporal, estive acompanhando o mesmo durante o exame de corpo e delito além das apresentadas no braço existia mais uma na cabeça.

O secretário pensa que vivemos no regime militar, quando opinião e informação eram cerceadas, foi tomar satisfação com o blogueiro pelas matérias postadas é um desrespeito principalmente por ser integrante do governo municipal, avaliação essa que têm como fonte principal das reclamações a comunidade Lagoagrandense. Realmente o secretario mostrou que ele é, basta saber como os demais blogs vão ser tratados. Uma coisa é certa “não podemos fugir do papel que desempenhamos a frente desses meios de comunicação”.

 

 

Fonte: diariopopular-dp.blogspot.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.