O corpo de jurados decidiu pela absolvição do réu Sivalter Silva dos Santos, acusado pela morte da jovem Ana Paula dos Santos, que morreu em casa, no município de Nossa Senhora da Glória, no mês de setembro de 2014. As investigações policiais identificaram sinais de violência e a história da morte da jovem comoveu os moradores à época. O júri popular ocorreu na quarta-feira, 12, na sede da Comarca de Nossa Senhora da Glória.

O Ministério Público Estadual pediu a condenação do réu pelo crime de lesões corporais seguido de morte. Mas a defesa, feita pelo advogado Ednaldo Vieira de Santana, fez a sustentação pela desqualificação de crime de lesões corporais seguido de morte. Ao final, o corpo de jurado entendeu que o “réu concorreu para o fato” e, por unanimidade, votou pela absolvição do acusado.

Ana Paula morreu em casa e IML identificou sinais de violência no corpo da vítima (Foto: Arquivo Pessoal)

O resultado do julgamento foi anunciado pela juíza Fabiana Oliveira de Castro e a sessão de julgamento foi encerrada no final da tarde da quarta-feira, 12.

Lembre o caso

Na época, a equipe do Instituto Médico Legal identificou sinais de violência no corpo da vítima. No dia 13 de setembro, conforme os registros da investigação policial, a vítima participou de uma festa e no dia seguinte foi encontrada morta em casa. Sivalter figurou como principal suspeito e foi denunciado pelo Ministério Público como autor do crime de lesões corporais seguida de morte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.