Familiares do Aleff Pereira da Silva, 19 anos, estão revoltados com a Unidade Mista Doutor Antenor Serpa, em Delmiro Gouveia, depois que o jovem morreu com suspeita de dengue hemorrágica.

Aleff Pereira da Silva, 19 anos

Parentes disseram que um médico plantonista medicou “Peo”, como era conhecido a vítima e solicitou que ele procurasse o posto de saúde de seu bairro.

Entenda o caso:

Na última quarta-feira (29/5), Aleff havia passado mal e foi levado para o referido hospital, com fortes dores na região peitoral, vomitando sangue e com febre. Um médico teria medicado ao rapaz com Dipirona e Antialérgico. “O doutor receitou o remédio e não fez nenhum exame”, explica um parente que preferiu não se identificar.

Apesar de ter tomado os medicamentos, o jovem não melhorou e desta vez foi levado para o Hospital Nair Alves de Souza, em Paulo Afonso/BA, onde após ser internado em estado grave, acabou morrendo na noite do mesmo dia.

O ocorrido deixou a população em alerta quanto à suspeita de dengue hemorrágica. Aleff era amante de vaquejada e residia no bairro Desvio. O corpo foi sepultado nesta quinta-feira (30/5).

Um site local tentou contato com a Unidade Mista de Saúde, mas ninguém se dispôs a falar sobre o assunto. A secretaria municipal de saúde ainda não se pronunciou sobre o caso.

Fonte: HS 24 horas / Minuto Sertão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.