noticia_19506Mais um homicídio foi registrado, na noite desta terça-feira (16), no Distrito Piau, município de Piranhas. A vítima do sexo masculino não portava nenhum documento e foi identificada apenas como “Doca”.

Conformes informou o delegado do 32º Distrito Policial, Antônio Vieira Barros, “Doca” era

procurado pela polícia pela acusação de ter participado de três homicídios naquela povoação, inclusive, no momento em que ele foi assassinado, eram realizadas diligências para prendê-lo.

O delegado conta que uma pessoa ligou para a delegacia e denunciou que o acusado estava em uma estrada vicinal, no Sítio Lagoa Fumante, localidade que dar acesso ao município de São José da Tapera.

Os policiais teriam se dirigido para o local apontado na delação quando avistou o foragido à distância de cerca de 500 metros. “Doca” estava próximo de outros dois homens que ao avistarem a viatura policial, atiraram contra ele, que morreu na hora. Os assassinos conseguiram fugiram a pé pelo matagal, foram realizadas diligências, mas ninguém foi preso.

De acordo com o delegado, a situação testemunhada pelos próprios policiais levanta a suspeita de que a vítima tenha sofrido uma emboscada por motivo ainda investigado.

O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca. O caso é investigado na delegacia distrital de Piranhas.

 

Fonte: Minuto Sertão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.