Na madrugada desta segunda-feira (6), uma mulher de 48 anos foi morta a tiros no Conjunto Mutirão, no município de Simão Dias (SE), Região Centro Sul do estado. De acordo com a PM, o principal suspeito é o genro da vítima, que horas antes discutiu com os cunhados depois de agredir a esposa.

O comandante da 4ª Companhia Independente da PM, major Alzot Rodrigues Trindade, informou que, na tarde de domingo (5), o suspeito tinha discutido e agredido a esposa, pondo fim na relação. Os irmãos entraram em defesa e foram ameaçados de morte.

Por volta das 3h, o suspeito, acompanhado de outros dois homens, arrombou a porta da casa onde a sogra morava na tentativa de cumprir a promessa. Como não encontrou os irmãos, a senhora foi perseguida até a morte. Uma das filhas do autor, uma criança de cerca de sete anos, estava no local do crime.

A polícia foi chamada e minutos depois conseguiu prender os dois suspeitos, que deram cobertura ao autor dos disparos. Houve perseguição, mas como a casa estava cercada, acabaram presos. A dupla indicou onde o autor do crime estava, porém até o início da manhã não tinha sido localizado.

A PM continua fazendo buscas e o caso vai ser investigado pela Polícia Civil de Simão Dias. Qualquer informação pode ser passada através do disque denúncia, pelo número 181.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.