Foto: Ítalo Timóteo

Um atentado a balas que deixou dois irmãos mortos e outro ferido na manhã desta quinta-feira, 13, No Povoado Santa Cruz do Deserto município de Mata Grande. O fato foi provocado após uma vaca ter invadido uma propriedade. As famílias que já eram intrigadas teriam se desentendidos e nesta manhã culminou no derramamento de muito sangue.

As investigações preliminares da Polícia Civil, apontam que os irmãos: Gilberto Batalha da Silva, 40 anos, Manoel Messias Batalha da Silva, 49 e Antônio Marcos Batalha da Silva teriam uma criação de animal e na manhã de hoje, acabaram sendo surpreendido com o animal morto na propriedade vizinha que pertence aos irmãos Jamerson e Janiel.

Os três irmãos que pertencem a uma família conhecida como Benevito teriam se armado com facas e ido até a propriedade vizinha. Os dois irmãos ao perceber a aproximação se armaram com espingarda e revólver e após um desentendimento efetuaram diversos tiros.

Durante o atentado, os dois irmãos ainda teriam esfaqueado os corpos e cravado uma das facas nas costas de Antônio Marcos que sobreviveu.

Após o crime, os dois irmãos que seriam fazendeiros fugiram tomando destino ignorado.

Antônio Marcos foi socorrido e levado para o Hospital de Mata Grande, ele recebeu os primeiros atendimentos médico e depois foi transferido para o Hospital Regional de Santana do Ipanema. De acordo com o último boletim médico divulgado, o paciente inspira cuidados e está sob observação médica.

Diante da situação, o tenente-coronel Anaximandro Tenório designou diversas equipes da Polícia Militar para o Povoado, buscas foram realizadas, mas nenhum envolvido foi preso. A localidade permanecerá com o policiamento reforçado para evitar qualquer tipo de retaliação ou vingança.

Equipes da Polícia Civil também estiveram no local realizando os procedimentos necessários, após o trabalho os corpos foram removidos pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.