O concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar foi suspenso após determinação judicial. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (12), pelos comandos gerais dos órgãos e pela Secretaria da Administração (Saeb).

Segundo informações da Saeb, o concurso para os cargos de médico e odontólogo da PM também foram suspensos. A determinação atende a decisão judicial proferida pela desembargadora Dinalva Gomes Laranjeira Pimentel, no dia 16 de janeiro.

A decisão da Justiça aconteceu após a Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE) ajuizar uma ação para barrar a apresentação de exames ginecológicos das candidatas que foram aprovadas no concurso público nos cursos de formação de oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia.

Segundo informações da Defensoria Pública, os exames ginecológicos são invasivos e deveriam ter o objetivo de assegurar que as candidatas têm boas condições físicas e mentais para desempenhar o cargo para os quais foram aprovadas.

As provas objetiva e discursiva do concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, foram realizadas no dia 19 de janeiro, em Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras e Itaberaba, e tiveram abstenção de 20,67%.

No total, o concurso teve 112,3 mil inscritos, sendo que 89,1 mil compareceram para realizar as provas e Outros 23 mil não se apresentaram nos locais de prova.

Ao todo, o certame oferecia 2 mil vagas para soldado da Polícia Militar e outras 500 vagas para o Corpo de Bombeiros Militar, totalizando 2,5 mil oportunidades para cargos efetivos de nível médio. Mil policiais militares e 250 bombeiros militares teriam ingresso em 2020. Os demais seriam incorporados ao serviço público em 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.