Arethuza Vianna era radialista e autora de livros de poesia

A radialista e poetisa Arethuza Vianna, 65 anos, morreu na manhã desta terça-feira (07) no Hospital de Emergência do Agreste. Ela tinha diabetes e estava internada há cinco dias. De acordo com o boletim divulgado pelo hospital, a comunicadora deu entrada apresentando doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Ficou um dia na Área Laranja, com ajuda de ventilação mecânica. Após uma piora no quadro de saúde, ela foi transferida para a UTI, mas não resistiu às complicações. 

A morte da radialista foi confirmada pelo hospital às 8h30 e o esposo dela, o radialista Henrique Santana está aguardando a chegada dos filhos do casal para providenciar o velório e sepultamento, que devem acontecer em Maceió.

Arethuza Vianna tinha uma carreira de décadas nas rádios de Arapiraca. Além de passagens pelas emissoras comunitárias A Voz do Povo e Brasília FM, é muito lembrada por seu programa sobre o Roberto Carlos na rádio 96FM, no final da década de 1990 e anos 2000. A última emissora que ela trabalhou foi a Novo Nordeste. A radialista também era autora de livros de poesia e gravou CD “Mergulho da Paz”. Ouça um trecho:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.