Por volta das 20h30min, do domingo (23/06), Policiais Militares da GT foram acionados pela Central de Operações da 4ª CIPM, informados de que no Hospital Municipal teria dado entrada duas vítimas de disparo de arma de fogo.

Quando chegaram ao local puderam constatar a veracidade da informação.

Imagem ilustrativa

Segundo testemunhas, as vítimas Cicero Francelino Filho, 52 anos de idade, era casado e agricultor, que residia na Av. Marieta Cavalcante, na Quadra 17, e Francelino Filho da Silva, 43 anos, é casado e agricultor e residente na Agrovila 9, do Limão Bravo.

Os dois estavam juntamente com os seus familiares na Agrovila 9, no bar de “Zé Romildo” quando um homem conhecido apenas pelo vulgo de “Gambiarra”, estava assediando, se “enxerindo”, para uma parenta das duas vitimas citadas.

Os homens, vitimas, pediram que ele se retirasse daquele local, mais ele não deu ouvidos, se negou a sair e ir embora. Começaram então a discutir verbalmente e depois se atracaram em luta corporal. Após a briga o imputado se retirou e depois voltou acompanhado de um elemento não identificado e novamente voltou a discutir com as vítimas. No “calor” da discussão, “Gambiarra” sacou de uma arma de fogo e efetuou disparos e atingiu as duas vítimas e depois evadiu-se do local.

O Cícero que levou um tiro do lado direito do peito, chegou sem vida ao hospital. O Francelino, foi baleado com um tiro que transfixou o antebraço direito e não corre risco de vida.

O efetivo Policial Militar da 4ª CIPM/Petrolândia, colheu os dados, confeccionou o BO e entregou tudo na Delegacia de Polícia para que fossem tomadas as medidas legais necessárias. O GATI saiu em diligência a fim de capturar o imputado mais, até o fechamento desta matéria ele não tinha sido encontrado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.