Um dos acusados de matar o capitão da Polícia Militar Anativo Manuel da Conceição Neto, 33 anos, ex-marido da cantora Nara Costa, se entregou na noite desta quinta-feira (23) à Polícia Civil, na Piedade, em Salvador.

Segundo a Polícia, o acusado – cuja identidade não foi revelada, chegou ao prédio da Polícia acompanhado de quatro advogados, onde já presta depoimento.

O capitão da Polícia Militar, Anativo Manuel da Conceição Neto, 33 anos, foi assassinado na noite desta segunda-feira (20), na localidade Baixinha de Santo Antônio, no Cabula em Salvador.

O militar é ex-marido da cantora Nara Costa. Ele foi morto com um tiro na cabeça e foi encontrado com uma pistola ponto 40 de propriedade da PM, debaixo do corpo, o que leva a entender, que Anativo tentou sacar a arma para se defender.

Segundo o delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Antonio Cláudio Oliveira, o oficial da PM estava lavando o carro, um veículo modelo Sandero de cor preta, na Rua Tenente Walmir Alcântara, na localidade de Baixinha de Santo Antônio no Cabula, quando foi surpreendido pelos assassinos que atiraram no policial percebendo a reação do mesmo. “Não podemos afirmar isso, quem vai dizer é o resultado da perícia, mas possivelmente o autor do disparo percebeu o eminente revide do policial e atirou acertando a cabeça dele e logo em seguida fugiu a pé sem subtrair nada da vítima. A hipótese até o momento é de uma tentativa de latrocínio”, afirma o delegado.

O capitão que morava no bairro de Canabrava, estava há 14 anos na corporação. Foi subcomandante da 19ª CIPM, foi chefe do serviço de inteligência da 35ª CIPM e estava há um ano e meio como subcomandante da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar da Amaralina.

 

Com informações do Bocão News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.