‘Não atirei no agente’, diz foragido do presídio de Glória

0
30
Josivaldo da Purificação nega que atirou no agente penitenciário (Foto: Tássio Andrade/G1)
Josivaldo da Purificação nega que atirou no agente penitenciário (Foto: Tássio Andrade/G1)

Foi recapturado na madrugada desta quarta-feira (2) pelos policiais da Coordenadoria da Polícia Civil (Copci) e do Grupamento Especial de Repreensão e Busca (Gerb), Josivaldo da Purificação Santos, mais conhecido como Nado de Cabo Zé, de 39 anos, foragido do Presídio de Nossa Senhora da Glrória no dia 21 de agosto. Ele é suspeito de balear o policial que morreu durante o confronto. Outros 14 presos continuam foragidos.

Durante uma entrevista coletiva, o delegado-geral da Polícia Civil, Everton Santos, explicou como os policiais chegaram até o foragido. “Conseguimos chegar até ele com a ajuda do Disk Denúncia. Ele estava seguindo para Salvador e foi abordado. As buscas continuam e vamos devolver para o sistema prisional todos os foragidos”.

A polícia também prendeu a namorada de Josivaldo e mais três amigos por associação ao crime, eles estavam na companhia do foragido. No veículo, a polícia encontrou uma pistola, munições, mais de R$ 3 mil em dinheiro e uma pequena quantidade de maconha.


“Montamos uma vigilância na BR 101, mais precisamente na altura de São Cristóvão. Nenhum dos cinco reagiu à prisão, mas tentaram fugir do cerco policial. Josivaldo ainda tentou entrar em um matagal. A arma que encontramos foi roubada de um policial militar em um assalto no ano passado no município de Rosário do Catete, inclusive nesta ação uma senhora foi morta. Esses outros três homens presos dizem ser apenas amigos do suspeito, falaram que são amigos de infância. A nossa suspeita é que esses homens ajudaram Josivaldo nas condições logísticas para a fuga. O destino do grupo seria o Estado da Bahia, mas essa informação ainda não foi confirmada”, relata o delegado Dervival Elói.

presoA namorada de Josivaldo também foi presa na operação. Segundo a polícia, ela é suspeita de fornecer drogas e armas a Josivaldo dentro do presídio. “Essa mulher fornecia drogas que Josivaldo necessitava quando estava preso, e estamos suspeitando que ela ajudou na fuga. Essas pessoas serão indiciados por favorecimento ao crime “, explica Dernival Elói.

 

Segundo polícia , pistola apreendida foi roubada de um PM ano passado (Foto: Tássio Andrade/G1)
Segundo polícia , pistola apreendida foi roubada de um PM ano passado (Foto: Tássio Andrade/G1)

Josivaldo também é apontado pela polícia como o mentor da fuga, mas ele nega. “Fugi porque encontrei tudo aberto e acabei seguindo os outros, mas não atirei contra o agente”, defende-se.

“Temos fortes indícios de que ele é o autor do disparo. Ele nega, mas vamos encaminhar as armas apreendidas até o momento para um exame de balística”, conclui o delegado Dernival Elói.  

Entenda o caso
Segundo a polícia, alguns presos inventaram uma mentira dizendo que um deles estava passando mal, por estar doente, e renderam os agentes com barras de ferro. Em seguida, fizeram disparos com armas de fogo contra os agentes e fugiram pela porta da frente do presídio.

 

Ainda de acordo com a polícia, dois agentes foram feridos e um morreu. O agente morto era  irmão do prefeito de Nossa Senhora da Glória, Francisco Nogueira Nascimento.

A polícia disse também, que na fuga os homens roubaram um veículo e uma ambulância de um hospital que fica a 200 metros do presídio, mas capotaram e os ocupantes conseguiram fugir. O veículo foi abandonado próximo a um canavial.

 

Com informações de Fredson Navarro e Tássio Andrade do G1 SE

 

Portal  HS24horas.com.br – De olho na notícia
Você pode contribuir com informações para o portal
E-mail: herivelto@hs24horas.com.br
Whatsapp: (079) 9170.4056 (Disponível apenas para Mensagens e Fotos)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here