Jovem escapa com vida após três tentativas de homicídio em Arapiraca

0
27

Na manhã desta terça-feira, um veículo Fiat Doblô, de cor preta e placa MUZ 7505, conduzido por uma pessoa não identificada, chegou ao 3º Batalhão de Polícia Militar (3º BPM) com vários disparos de arma de fogo. Ao verificar a situação, foi relatado pelo filho da senhora Marlene Santos Silva, 64, que eles tinham acabado de pegar o neto da vítima, Kleiton Santos Silva, 19, na Unidade de Emergência do Agreste (UE), que recebeu alta após sofrer uma tentativa de homicídio no último domingo (19).

Em um dos atentados, a própria avó foi atingida pelos disparos de arma de fogo

Os disparos, que atingiram a senhora Marlene, foram feitos por dois indivíduos desconhecidos que estavam numa moto, cujo modelo, cor e placa não foram anotados. O condutor guiou o veículo até o 3º BPM para se refugiar dos atiradores. A avó de Kleiton foi atingida nas costas e socorrida, por uma viatura da Rádio Patrulha (RP) até a Unidade de Emergência, onde ficou em observação. Já Kleiton foi encaminhado à Central de Polícia pelo delegado que se encontrava no Batalhão.

Segunda tentativa

Já no fim da tarde, um cidadão ligou para o COPOM informando que tinha um homem baleado próximo à sua residência, no bairro Baixa Grande. A guarnição da RP, junto com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192), foi acionada e localizou a vítima que se tratava do próprio Kleiton Santos Silva, alvo de duas tentativas de homicídio.

Segundo testemunhas, eram dois indivíduos num veículo Fiat Uno, de cor azul e placa não anotada. Ainda consciente, Kleiton contou que tinha saído da Central de Polícia e pegou um moto táxi para ir ao bairro Baixa Grande. Ao descer da moto foi alvejado por vários disparos que atingiram a perna, o braço e o abdômen. Ele foi socorrido pelo SAMU para a Unidade de Emergência e as viaturas militares fizeram rondas, mas nada foi localizado até o fechamento desta matéria.

Já no hospital, funcionários receberam a informação via telefone que os autores do atentado iriam concluir o crime na unidade hospitalar, diante disto foi reforçada a segurança na Unidade de Emergência com o apoio da Polícia Militar.

Fonte: Assessoria PM/AL

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here