Estudante de Arapiraca simula o próprio sequestro para ir a Maragogi

0
43

O suposto sequestro de uma estudante neste final de semana, em Arapiraca, foi forjado. As informações são da Polícia Civil de Alagoas. Os meios de comunicação chegaram a noticiar que a adolescente F.C.P.N., de 17 anos, moradora do bairro Alto do Cruzeiro, naquela cidade, teria sido sequestrada na tarde de sexta-feira (7), mas tudo não passara de uma simulação.

Imagem Ilustrativa

A jovem, segundo as informações equivocadas, teria ficado em poder dos supostos sequestradores por 24 horas, escapando ao pular de um veículo em movimento nas imediações da cidade de São Miguel dos Campos.

As investigações realizadas pela Seção Anti-sequestro, da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), da Polícia Civil, comandadas pelo delegado Rodrigo Sarmento, descobriram que o crime foi forjado

Na verdade, a jovem saiu Arapiraca espontaneamente, e ficou hospedada em uma pousada na cidade de Maragogi, chegando a realizar passeio turístico nas piscinas naturais.

Somente no sábado (8), ela procurou “ajuda” já em São Miguel, contando que havia pulado do carro em movimento. A polícia informou que a adolescente deixou roupas – inclusive de banho – na pousada, em Maragogi, vestindo novamente a farda da escola onde estuda.

Durante o período em que durou o falso sequestro, os pais da estudante chegaram a sofrer tentativa de extorsão no valor de R$ 10 mil. A própria estudante confessou a simulação ao prestar depoimento à polícia.

A Seção Anti-sequestro da Deic esclareceu que esta não é a primeira vez que se depara com filhos que simulam sequestros para extorquir dinheiro dos pais.
Um procedimento já foi instaurado pela polícia para apurar a simulação do sequestro e a estudante poderá vir a sofrer medida sócio-educativa.

HS 24 horas, com assessoria

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here