Elenco da Globo aproveita folga para curtir as belezas de Paulo Afonso e região (Fotos)

0
32

a1Eles trabalham, mas também se divertem. Durante as gravações de “Amores roubados”, nova minissérie da TV Globo, no Nordeste, os atores Cauã Reymond, Isis Valverde, Patrícia Pillar e Dira Paes também aproveitaram os momentos de folga para conhecer melhor as cidades por onde passaram.

Em fotos publicadas em rede social por Genilson Campos – responsável por coordenar a equipe náutica que deu apoio à produção nas gravações que aconteceram no Rio São Francisco -, o elenco aparece em momentos de relaxamento. Cauã andou de caiaque, jetski, nadou e praticou stand up paddle. “Ele é o mais entusiasta de todos, tem uma energia muito boa, é pra cima. Ele levava as pessoas da produção para andar de jetski e tirar foto, além de ser simpático com todo mundo”, contou Genilson por telefone.

Enquanto Cauã se jogava na água, Isis registrava cada passo dos colegas. Genilson contou que a atriz era mais quietinha. “Ela gostava de ficar pegando um sol, ficar no cantinho dela e também tirando fotos, ela também é muito simpática”, disse o turismólogo, que daria o prêmio de “Miss Beijoqueira” a Dira. “Ela ficou encantada com as crianças e as beijava e abraçava. É muito risonha, uma figura!”, elogiou Genilson.

Além de tomar banho no Rio São Francisco, Patrícia aproveitou o tempo livre para aprender sobre a história dos cangaceiros mais famosos do sertão: Lampião e Maria Bonita. A atriz foi convidada para se hospedar no Cangaço Eco Parque e conhecer, através de Vera Ferreira, neta dos reis do cangaço, uma das histórias mais conhecidas do Brasil. “Ela recebeu um convite da neta de Lampião e Maria Bonita para fazer uma trilha que conta a história da morte de Lampião e ficou muito impressionada com o que ouviu”, disse ele.

A equipe ficou hospedada em Paulo Afonso, na Bahia, e gravou em locações nas cidades de Canindé de São Francisco, em Sergipe, Delmiro Gouveia e Olho D´Água do Casado, em Alagoas, e em Petrolina, Pernambuco.“No início, os moradores não acreditavam nos artistas que estavam vendo, pediam fotos, autógrafos, mas com o passar do tempo tratavam eles naturalmente. O elenco foi muito humilde, almoçou junto com todo mundo e tratou todos muito bem. Para a gente foi uma honra tê-los aqui”, disse Genilson.

Eles trabalham, mas também se divertem. Durante as gravações de “Amores roubados”, nova minissérie da TV Globo, no Nordeste, os atores Cauã Reymond, Isis Valverde, Patrícia Pillar e Dira Paes também aproveitaram os momentos de folga para conhecer melhor as cidades por onde passaram.

Em fotos publicadas em rede social por Genilson Campos – responsável por coordenar a equipe náutica que deu apoio à produção nas gravações que aconteceram no Rio São Francisco -, o elenco aparece em momentos de relaxamento. Cauã andou de caiaque, jetski, nadou e praticou stand up paddle. “Ele é o mais entusiasta de todos, tem uma energia muito boa, é pra cima. Ele levava as pessoas da produção para andar de jetski e tirar foto, além de ser simpático com todo mundo”, contou Genilson por telefone.

Enquanto Cauã se jogava na água, Isis registrava cada passo dos colegas. Genilson contou que a atriz era mais quietinha. “Ela gostava de ficar pegando um sol, ficar no cantinho dela e também tirando fotos, ela também é muito simpática”, disse o turismólogo, que daria o prêmio de “Miss Beijoqueira” a Dira. “Ela ficou encantada com as crianças e as beijava e abraçava. É muito risonha, uma figura!”, elogiou Genilson.

Além de tomar banho no Rio São Francisco, Patrícia aproveitou o tempo livre para aprender sobre a história dos cangaceiros mais famosos do sertão: Lampião e Maria Bonita. A atriz foi convidada para se hospedar no Cangaço Eco Parque e conhecer, através de Vera Ferreira, neta dos reis do cangaço, uma das histórias mais conhecidas do Brasil. “Ela recebeu um convite da neta de Lampião e Maria Bonita para fazer uma trilha que conta a história da morte de Lampião e ficou muito impressionada com o que ouviu”, disse ele.

A equipe ficou hospedada em Paulo Afonso, na Bahia, e gravou em locações nas cidades de Canindé de São Francisco, em Sergipe, Delmiro Gouveia e Olho D´Água do Casado, em Alagoas, e em Petrolina, Pernambuco.“No início, os moradores não acreditavam nos artistas que estavam vendo, pediam fotos, autógrafos, mas com o passar do tempo tratavam eles naturalmente. O elenco foi muito humilde, almoçou junto com todo mundo e tratou todos muito bem. Para a gente foi uma honra tê-los aqui”, disse Genilson.

Galeria :

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here