Culinária sergipana ganha destaque nos festejos juninos

0
11

Uma das atrações mais requisitadas no São João são as comidas típicas. Pamonha, canjica, pé de moleque, amendoim cozido, bolos de milho, macaxeira, puba, todas essas delícias podem ser encontradas durante o ano inteiro em Sergipe, porém é no mês de junho que esses sabores prevalecem nas casas e festas nos quatro cantos do estado.

Entre a vasta relação de ingredientes que dão sabor às festas juninas sergipanas, o milho é sem dúvida, um dos mais utilizados nos diversos pratos. Ingrediente principal de pratos como a Canjica, o mungunzá, e a pamonha, este cereal além de ter delicioso sabor, ainda é rico em fibras, carboidratos, proteínas, vitaminas, sais minerais, óleo e grandes quantidades de açúcares, gorduras, celulose, tornando-se também um alimento de fácil consumação.

Em Sergipe, o milho ganha cada vez mais espaço não só nas mesas dos sergipanos, como também na sua produção. De acordo com pesquisa agrícola do IBGE, a produção do milho em Sergipe superou a produção da laranja e cana-de-açúcar. E tudo isso se deve à forte disseminação da cultura do milho no semiárido sergipano, cujos maiores produtores são os municípios de Carira, Simão Dias, e Frei Paulo.

Outro alimento que junto com o milho forma uma parceria saborosa para a criação de muitas delícias típicas é o coco. Vastamente encontrado no litoral sergipano, o coco também ganha destaque pela sua produção, e pelo alto teor nutritivo. Pratos à base de frutos do mar, e os pratos tipicamente juninos como também o mugunzá, os bolos de puba, e macaxeira, a canjica e a pamonha, têm no coco o toque especial para deixar o prato ainda mais saboroso, fazendo toda a diferença para os consumidores.

Pratos à base de macaxeira também podem ser encontrados nas ruas das cidades, a exemplo do sarôio, beiju molhado, pé de moleque, entre outros. Herdadas dos índios, as receitas destes produtos agradam o mais criterioso dos paladares pela complexidade de sabores que envolvem a mistura de simples elementos como o leite de coco e a farinha de tapioca, por exemplo.

Para encontrar todas essas delícias, basta procurá-las nos mercados sergipanos, feiras livres, e casas especializadas em comidas regionais. Outra opção mais econômica e igualmente deliciosa é tentar fazer as receitas em casa, por isso fique ligado, pois nesse São João traremos deliciosas receitas para os que gostam e preferem cozinhar as delícias regionais.

 

Fonte: Infonet

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui