Coronel da PM fabricava arma em casa para entregar na campanha do desarmamento, entroca da taxa de indenização

1
8

coronel da Polícia Militar Martinho - foto - reproducaoA Polícia Federal (PF) realiza nesta quinta-feira (28), uma operação de combate a golpes no programa federal de desarmamento nos municípios baianos de Feira de Santana, Cícero Dantas, Antas e em Fortaleza, no Ceará. A ação, batizada de “Vulcano”, cumpre 23 mandados: 12 de busca e apreensão, seis de prisão temporária e cinco de condução coercitiva (para cumprimento de pena). Três pessoas já foram presas: Clóvis Nunes, coordenador nacional da ONG MovPaz Brasil, e seu irmão Carlos Nunes e o coronel da Polícia Militar Martinho.
Durante a ação da polícia, três pessoas já foram presas em Feira de Santana, entre elas, o coronel da Polícia Militar Martinho, e os irmãos Clóvis Nunes e Carlos Nunes. Martinho foi comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar do município.

De acordo com a polícia, os irmãos mantinham um esquema em que fabricavam armas artesanais, depois repassadas à ONG. Em troca, os suspeitos receberiam a taxa indenizatória. Ainda segundo a polícia, os irmãos falsificavam recibos e recebiam outros valores. O esquema envolve a PM e várias ONGs da cidade e o prejuízo aos cofres público é de cerca de R$ 1 milhão. Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Federal de Feira de Santana.

HS 24 horas -De olho na notícias / Com Bocão News

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui