A coleta do lixo é uma prática ultrapassada em Nossa Senhora da Glória, Sergipe

0
149

IMG-20140528-WA0012 cópiaA cena registrada pela câmara de um internauta é uma prática de anos das administrações em Nossa Senhora da Glória, em vez de usar compactadores, veículos específicos para esse tipo de trabalho, a coleta de lixo ainda é realizada com o uso de caminhões abertos.

Com o compactador o lixo fica mais bem acondicionado facilitando o trabalho do gari, profissional esse que precisa ser mais valorizado, além do seu salário, os profissionais da limpeza de Glória necessitam de roupas apropriadas, botas, luvas, máscaras, acompanhamento médico, direitos que precisam ser assegurados pela administração municipal ou pela empresa responsável pela condução da tarefa de recolhimento do lixo. O gari tem direito ainda ao pagamento de adicional de insalubridade, um direito reservado por lei para quem exerce atividade habitual em local insalubre ou em contato permanente com substâncias tóxicas.

A coleta de lixo da cidade, com a utilização de caminhões abertos além de ser ultrapassado, esteticamente representa desorganização e atraso na realização da tarefa, isso porque o profissional vai precisar de mais esforços para carregar o caminhão, sem contar as vezes que o lixo cai na rua atrasando o serviço, diferente do trabalho realizado com um compactador.

caminhao-coletor-compactador-de-lixo_3329dc95d_3 cargo1119-coletor1A locação de compactadores deveria fazer parte do contrato de locação da empresa vencedora da licitação, com o objetivo de realizar um trabalho com mais profissionalismo. 

Depois de 86 anos de emancipação, com a tecnologia substituindo o homem a cada dia, a coleta de lixo sendo realizada em caminhões abertos com pedaços de madeiras protegendo as grades do veículo, por incrível que pareça, ainda é uma realidade em Nossa Senhora da Glória, Sergipe.

Por: Herivelto Silva / HS24horas.com.br – De olho na notícia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here